Ferramentas
Registre-se Login

MTI do Brasil

Segunda, 26 Jun 2017
Sáb, 17 de Setembro de 2011 15:06

Vírus? o que é isso?

Dar nota para esse item
(0 votos)

O QUE É UM VÍRUS?

Os vírus de computador são programas projetados para interferir na operação do equipamento, registrando, danificando ou apagando informações. Possuem a capacidade de se reproduzir ao se auto-enviar, de um computador para outro , através de documentos anexados em e-mails, pastas de rede desprotegidas, executáveis de programas desconhecidos, drivers móveis e podem provocar lentidão e todo tipo de problemas no computador.

QUE TIPO DE VÍRUS EXISTEM?

Os vírus básicos necessitam que um usuário os envie para outros computadores, quase sempre inadvertidamente. Entretanto, existem tipos mais sofisticados. Os worms são capazes de se reproduzir e se auto-enviar automaticamente para outros computadores, controlando outros programas do seu equipamento. O caso mais comum é seu software de gerenciamento de e-mail, como o Outlook. Ao utilizar seu programa de e-mail, esses worms se dispersam sem que o usuário perceba. Os trojans (em referência ao famoso Cavalo de Tróia) se passam por programas inofensivos para que sejam instalados no computador. Alguns trojans desenvolveram tal nível de sofisticação que chegam a oferecer alguns resultados benéficos enquanto, silenciosamente, realizam sua atividade maligna.

COMO UM VÍRUS PODE CHEGAR AO MEU COMPUTADOR?

Há alguns anos, quando o uso do computador era individual (PC - Personal Computers ou “computadores pessoais”), as empresas de software antivírus recomendavam a não instalar programas ilegais ou utilizar discos em seu equipamento sem saber se a origem é confiável pois podem conter um vírus. E, nesses tempos, os vírus só podiam se instalar por meios portáteis como discos flexíveis, disquetes e eventualmente em CDs que apenas começavam a aparecer no mercado.

Entretanto, com o avanço da tecnologia, os equipamentos começaram a se interconectar com outros computadores, formando as chamadas redes locais, que permitiam aproveitar recursos de alto custo (como impressoras a laser e scanners) entre vários usuários. Com essa funcionalidade, o risco de os vírus alcançarem o seu equipamento a partir de qualquer outro equipamento da rede aumentou.

Com o uso massivo da Internet, as possibilidades para receber um vírus no computador se multiplicaram. Agora é possível recebê-los como arquivos anexos em mensagens de e-mail e também como downloads inadvertidos de programas tidos como úteis quando na verdade se trata de um programa malicioso.

 

fonte: movimento internet segura(mis)

 

Login to post comments